sábado, 29 de dezembro de 2012

A verdade é que as épocas festivas não ajudam em nada no processo de emagrecimento e a na procura de emprego.
Adiante... 52kg e desempregada.
Porém, refasteladinha na espreguiçadeira, no jardim, na casa da sogra.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Modo Procura de Emprego Activado

É oficial: Começo hoje a procurar emprego a sério. E, nos entretantos, vou tentar renunciar às gomas, chocolates, ovos moles, bolachas (blá blá blá) e coisas do género.
Vamos ver no que isto dá...

sábado, 15 de dezembro de 2012

Actualizações

Faz hoje três semanas que voltei a Portugal. Adianto que, apesar das inúmeras peripécias, tudo se mantém igualzinho ao dia a que cheguei: Pesada e desempregada.
Verdade seja dita, ainda não me forcei muito a procurar emprego e, verdade seja dita, também, ainda não houve um dia que não me atirasse a uma iguaria qualquer.
Prometo que talvez para a semana desligue do modo férias e comece a mexer-me.
Nos entretantos, tento vir cá para dizer "olá" aos meus Leõezinhos.
Beijinhos :)

P.S. Não há cidade como Aveiro.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Acerca dos objectivos...

...Tenho dois. A enumerar:
-Arranjar emprego as soon as possible;
-Voltar aos 50kg (preferencialmente aos 49kg).
Dei comigo a pensar sobre qual irei atingir primeiro. Estão comigo, não estão, Leõezinhos?
Lindoooos :)





terça-feira, 27 de novembro de 2012

É o pânico!

Faltam três dias para me pôr com as galinhas. O suficiente para morrer de tédio e o suficiente, também, para me lembrar que tenho apenas três dias para fazer as 4.372 coisas que tenho pendentes.
Vou só ali gritar e já volto. E de caminho adianto já qualquer coisa também...

Uma coisinha que me deixa louca logo pela manhã

Ou é a agência ou é um/a estranho/a a querer ver o meu quarto, a fim de o alugar.
Faz-me confusão ter pessoas a entrar no meu espaço, quando ainda tenho ali as minhas coisas, tudo à minha moda, até ao mais ínfimo pintelho. Parece que estão a ver-me a alma.
Hoje, (sem ser avisada), mostrei os 2 metros cúbicos, cor-de-rosa a um individuo, estando eu ainda de calças por apertar, cabelo numa autêntica miséria, cara de cu e de sono, meias aos ursinhos (a sério?!) e... o resto nem me lembro, já tentei apagar da minha memória.
...

sábado, 24 de novembro de 2012

Inveja saudável

A esta hora, está o meu irmão e a sua mais-que-tudo, a minha irmã e a minha prima acompanhada, também, do seu mais-que-tudo, no Porto a comerem uma francesinha.
Eu estou só à espera que a minha pizza acabe de aquecer...

Não vou dizer mais nada até porque as próximas palavras fazer-me-iam uma autêntica mal-educada.

Amor não tem idade. Estamos sempre maduros para amar. E não acredito que o amor possa chegar cedo ou tarde. O amor é pontual. Chega sempre na hora certa, seja a hora que for.
Manoel carlos (Atílio)

Último fim-de-semana no U.K.

Andava aqui às voltas a pensar no que raio haveria de fazer de super-fantástico para o último fim-de-semana em Bristol.
Acordar mais cedo e ir apanhar sol para o jardim?
Ir visitar alguns dos sítios que ficaram por ver?
Começar a fazer a mala?
Na, na, na!
Vai ser um tal de acordar às 14h (como manda a lei), ir dar a voltinha da praxe à cidade (como manda a lei), enfardar um Big Mac (como manda a lei) e repimpar-me no sofá (como manda a lei, também).
E, no meio disto tudo, pensar em aproveitar bem porque tenho para mim que vou ter muitas saudades daqui.
Ah, e para não ser egoísta: Bom fim-de-semana, Leõezinhos :)


quarta-feira, 21 de novembro de 2012

A Leoa comunica ao mundo

A Leoa apaixonou-se. Ele é lindo, maravilhoso e o sorriso dele deixa a Leoa feliz.
A Leoa só quer partilhar com o mundo que está apaixonada.


terça-feira, 20 de novembro de 2012

Acabou-se o que era doce...

Cinco dias que foram a coisinha mais fofinha e cor-de-rosa dos últimos tempos.
Diverti-me para caraças, não descansei muito (mas tentei), comi que quase que me fartava (quase!) e foi bom, muito bom. A Leoa voltou de bateria carregada.
Olá, Leõezinhos ;)

 E não, não é o Simba! É a Leoa! ;)

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

15/Novembro/2012

E quem vir o título desta mensagem vem logo a correr a ver que raio se passa hoje. É ou não é?
Mas não se passa nada de especial para vocês. Já para mim... Começaram hoje as minhas mini-férias e, com elas, vem uma visita muito especial.
Se eu não aparecer por aqui é porque estou super busy a divertir-me ;)


terça-feira, 13 de novembro de 2012

Nisto, há que se tirar o chapéu!

Confesso que, por mais que eu ache as minhas colegas de trabalho burrinhas/sem nada na cabeça/empty/cabeça só para ter cabelo/qualquer coisa a ocupar o lugar da massa cinzenta, blá, blá, blá que podia ficar aqui a noite toda... ora, uma coisa eu tenho de reconhecer que eu própria não faria melhor: A capacidade que elas tem de explicar aos pais, por outras palavras, que o/a seu/sua respectivo/a filho/a não fez nada o dia todo para além de brincar e gritar e que não passa de uma criança, porra, e, como tal, não há muito para dizer.
Então, ouço algo do género:
-Ela é muito independente;
-Ele é muito preocupada com os seus amiguinhos;
-Ela é tão engraçada, tão inteligente;
E mais não me ocorre porque é nesta altura que eu fujo para não me rir (como fiz à bocado quanto vi uma rapariga quase a matar-se, enquanto corria)...



domingo, 11 de novembro de 2012

Há coisas fantásticas!

Há quem tenha posto um lembrete no telemóvel para o meu dia de chegada à terriola...


A meio de uma conversa absolutamente culta com o meu irmão...

Ele: Conheces o Miguel de Sousa Tavares?
Eu: Estás a gozar, certo?

Chamava-me put* e eu sentia-me menos ofendida...

sábado, 10 de novembro de 2012

O culminar de uma relação completamente OVERDONE #2

E quem não se lembra deste post?! Só para anunciar o mulherio que há menos um solteiro à face da Terra. Apressem-se, meninas! Eles estão a escassear!
E nisto, já passaram uns meses. Como o tempo passa...

1001 palavras!!! #20


quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Let it snow!

Disseram que para a semana neva por estes lados. Eu fui ver as temperaturas e não acreditei. Vem no jornal a dizer que para a semana neva mesmo! Eu perguntei "como é possível?" e alguém me respondeu "aqui, tudo é possível".
Começo a acreditar que sim...


terça-feira, 6 de novembro de 2012

Atenção, atenção, eu vou dar de fuga!

Hoje, ja se tornou público lá no meu trabalho, que irei abandonar o país no final do mês.
manager, a Claire (aquela vaquinha) veio, de propósito, ter comigo dizer umas palavras fofinhas. Já sabemos, a mesma cantiga do costume mas que sabe bem ouvir "vais embora e a escola fica a perder".
Vou, sim!
E confesso que terei saudades.
:)

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

1001 palavras!!! #18

10.000 visitinhas.
Obrigada :)

What?

É a palavra de ordem de hoje, depois de ter sido atingida por uma dor de ouvidos daqui a Saturno e que, por sinal, já dura há três dias.
Então, pronto, a Leoa mal ouve.
Não faço parte da minoria de seres humanos masoquistas, eu e a dor é uma relação eu-cá-tu-lá, pelo menos, é assim que eu prefiro.
Mas, pronto, por todas as vezes que me doeu a cabeça e eu disse "opá, dores de cabeça é que não", ou todas as vezes que me doeu o estômago e eu retorqui "dores de estômago é que nãooo!"... pronto, dores de ouvidos é que nãoooo mesmo!!
E, pronto, a Leoa vai só ali pousar a cabecinha na almofada, enquanto espera que a dorzinha passe.

Beijinhos, Leõezinhos.


quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Halloween: O horror!

Eu não comentei nada mas andava aqui meia ansiosa por este dia. Andei mesmo a esfregar as mãos cada vez que pensava no que ia ver... e... confirmou-se.
Eu sei que esta gente não perde a oportunidade para mostrar a pele (vou tentar não repetir muitas vezes a palavra "prostituta"), bem vejo nos fins-de-semana, quando vou lá abaixo à cidade. E bem que sabia que hoje não seria muito diferente.
A saber, trajes que, a meu ver se enquadram perfeitamente no Halloween:
-Bruxa (óbvio) e ser um gajo vestido de bruxa, pronto, também se aceita;
-Esqueleto. Ok;
-Abóbora. Opá, sim;
-Cigana... Hmmm...;
-Pessoa com camisola cheia de sangue e de leggings a mostrar o rabiosque. Vá, também passa;

Agora, trajes que, a meu ver se enquadram perfeitamente no CARNAVAL:
-Gata prostituta (juro que tentei não utilizar esta palavra mas foi a única coisinha que me ocorreu quando vi);
-Dona de casa de rabo à mostra e prostituta. Mais do mesmo... Zzzzzzz;
-Spider-Man. Pois...;
- Fadas e princesas. Wtf?!


terça-feira, 30 de outubro de 2012

O Verão chegou ao meu quarto

mas estamos no Outono!
Porque é que eu preciso de uns óculos de sol para poder dormir depois das 7h30?
E tenho a ligeira sensação que se usar bikini em vez de pijama, ainda bronzeio qualquer coisa.
Eu sei, o sol está baixo. Mas, a questão é: É suposto haver sol, ainda?


segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Eu e a Irlanda...

... a Irlanda e eu... vá lá perceber-se...


Admitam lá: Quem leu o título, lá pensou que eu ia postar aqui umas paisagens irlandesas, ou não foi?
;)

sábado, 27 de outubro de 2012

Inglesas vs Raparigas com sentido de estética #3

Estava a ver que eu já me tinha habituado a tal assassinato à estética que se assiste por estes lados, mas, vá... não.
Desta vez, trago-vos uma história bem pertinho de mim: Estava eu em mais um dia de trabalho quando a minha querida manager, à medida que se descalça, diz qualquer coisa do género: Bolas, não contava em ter de me descalçar hoje e trouxe uma meia de cada.
E, de facto, era verdade. Uma meia de cada nação!
Acontece a todos, compreendo (mas a mim, vá lá saber-se, nunca aconteceu). Eu até nem vinha para aqui cortar na casaca de ninguém mas ela provocou-me, fazendo exactamente a mesmíssima coisa no dia seguinte. Também não estava a contar, querem ver?!
E eu nem vou dizer que acho que as meias eram as mesmas do dia anterior, já nem vou dizer mais nada, não quero estar aqui a acusar ninguém...


Mamã-Leoa, aguenta só mais um niquinho*****


quinta-feira, 25 de outubro de 2012

A Leoa vai ao médico

Isto mais parece um título das histórias da Anita.
O despertador tocou e confesso que estive mesmo, mesmo, mesmo para o ignorar e virar-me para o outro lado. Nos entretantos, enquanto decidia se ignorava ou não o dito cujo, lá me lembrei que era uma excelente oportunidade de verificar o meu peso (melhor que pedir a balança à vizinha). Pronto, e confirma-se: Esta história de tentar comer melhor e tentar levar uma vida mais saudável e tentar fazer 200 a 300 abdominais diariamente, está a surtir efeito. Bem bom!
A parte melhor da coisa foi quando a enfermeira (chamemos-lhe enfermeira lololololololol) me perguntou se pratico desporto. Oi? Desporto? Fazer abdominais, completamente colada ao chão, é considerado desporto? (Um breve momento de reflexão...) No!
Mas... é ou não é?
Ai...



sábado, 20 de outubro de 2012

Eu, se pudesse, também emigrava!

E é isto que eu tenho ouvido desde que me lembrei de informar o mundo que, muito em breve, estarei debaixo da asa da mamã-Leoa.
-"Isto está tãooo mau! O que vens para aqui fazer?"
-"Oh, deixa-te estar aí..."
-"Vais voltar? O quê? Se pudesse, quem emigrava era eu!"
-"Tu és tola!!!"
Blá blá blá...
Gente, para que eu não perca a cabecinha de uma vez convosco, isto da emigração não é para meninos! E se o querem tanto fazer, façam-no (duvido é que muitos de vocês tenham tomates para isso)! Mas, claro, não podem... Há sempre aquela coisa impeditiva, completamente impossível de contornar, não é?
Compreendo...
Fica aqui prometido, a próxima vez que alguém me vier com esse blá blá blá, faço aquela coisinha feia, com o dedo do meio!

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Ai que isto é um assalto... ai que afinal não é!

Pois bem, estava eu empenhada nas últimas horas de trabalho, antes do (tão aguardado!) fim-de-semana, quando ouço uns barulhos vindos do último andar da escola. Tudo normal não fosse o facto de àquela hora só lá dever estar eu e apenas eu.
Subo as escadas, enquanto penso "pronto, isto é um assalto!" e vejo alguém a descer na minha direcção, muito sorrateiramente. Nesta altura voltei a pensar "de, facto, isto só pode ser um assalto!" quando, ao ver bem, reparo numa criatura em roupa interior (boxers, vá). Olho melhor e confiro: Era mesmo a peste do filho do marido da dona da escola (confuso?!). Aquele anormal, mora lá por cima e na falta de papel higiénico (vejam lá isto!!!) resolveu dar um pulinho lá à escola, para ir buscar o dito cujo. Eu acho bem! É isso mesmo! E tomar lá um banhinho, porque não? Já agora, vinha até à cozinha que eu preparava uns cereais...
Visto que estou no vai-não vai para me por a andar para casa, não era nada mau pensado pedir uma indemnização à conta destes casos (já que não é o primeiro) e, assim como assim, levava uns trocos a mais e sempre dava para umas férias. A outra opção mesmo era pedir um crédito ao banco e pirar-me sem pagar   ou comprar uma série de electrodomésticos e não aparecer cá mais, mas tenho para mim que isto já são ideias muito portuguesas.
Vá, vou ver se a história da indemnização pega (bincadeirinha!!!).


segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Aqui fala-se de moda! #5

Mau, mau, mau... Já passei por ela e consegui resistir-lhe. Agora, está aqui uma pessoa descansada a ver a newsletter e aparece-me à frente outra vez?! Ai...
Palavrinhas para quê? H&M


sábado, 13 de outubro de 2012

Acerca dos abdominais e outras coisas tais...

É do conhecimento dos meus Leõezinhos que a Leoa anda numa de tentar levar uma vida mais saudável. Uns 200 e poucos abdominais por dia, juntam-se mais umas flexões, aboliram-se os chocolates, uma visitinha semanal ao McDonnald's (apenas uma!!!) mas... isto não tem resultado. Não, não, não!
E, de repente, só me lembro disto...


1001 palavras!!! #13


quinta-feira, 11 de outubro de 2012

A próxima viagem até casa já foi comprada :)
E, desta vez, só com bilhete de ida.
Eu sei, eu sei... loucaaaaaaaaaaa!!! Saí do país quando estava em crise e vou regressar quando o dito cujo se encontra em plena miséria... vá alguém entender-me...
:)


quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Equipa que ganha não se mexe!

Para vocês não andarem aí com bocas de que a Leoa só abre a boca para criticar e dizer asneiredo (brincadeirinha!), venho aqui só para dizer que estou contentíssima com as alterações feitas cá em casa, relativamente aos flatmates.
-Então, muito, muito rápido (que ainda tenho o calvário dos abdominais pela frente), adianto que o meu vizinho louco-louco, o que batia com as portas, esse foi-se e no seu lugar está um jovem muito simpático e calmíssimo;
-A cambada de indianos acalmou quando o indiano gay deu de fuga e deixou a sua amada sozinha (outra que também não se nota que cá vive);
-Nos entretantos, a minha irmã e seu respectivo namorado também regressaram à nossa terrinha , deixando super disponível o seu quartinho para o casal indiano, o que tem a mulher grávida que não fazia a ponta d'um corno, com a diferença que ela agora mexe-se. Já lhes perguntei se já sabem o sexo do bebé (como ela até faz alguma coisinha, pensei que já soubessem que é menina e a vidinha de rosas dela tivesse terminado mas, não, ainda não se sabe. Ela apenas decidiu fazer alguma coisa por ela abaixo. Acho muito bem, sim senhora);
-Ora... mais... no quarto desses dois malucos, ficou um jovem, também ele calminho e bonitinho e simpaticozinho.
Pronto... isto é, sem duvida a casa perfeita... até ver...
Para ficar assim mesmo belo, belo, era o filho da chinesa/japonesa/vietnamita largar a porta do meu quarto (principalmente quando eu quero desfilar de toalha até à casa-de-banho) mas isso era pedir mesmo muito, muito, eu sei.
Não mexe, está bom!

sábado, 6 de outubro de 2012

Ora, sobre as férias...

Eu sei, eu sei... não cumpri o  prometido. Já devia ter-vos posto a par das férias... Pareço um político, eu sei...
Ora, então as férias... e que férias. Pequeninas mas fofinhaaaas.
Estranhamente, começaram e acabaram de uma  maneira engraçadísisma.
Vamos, então recuar até à madrugada de terça-feira (25/Setembro), em que em acordo umas 462 horas antes do voo, arranjo-me e ligo para a central de táxis uns 40 minutos antes para alguém fazer o favor de me vir buscar. Pronto, logo aqui começou mal. Tinha autocarro para Londres às 4h45 e dizem-me que vão demorar cerca de 30 minutos para alguém me vir buscar "too busy, drink a cup of tea". A sério? Too busy às 4h da manhã? Achavam mesmo que ia beber um chá, calminha da minha vida, enquanto esperava pela porcaria do taxi, que me chegou praticamente em cima da hora do autocarro partir? Verdade seja dita, nunca 35 minutos passaram tão depressa em toda a minha vida (havia de ser assim todas as vezes que o meu pai me obrigava a assistir à missa de domingo, ou nas aulas de físico-química). Bem, ele lá veio mesmo em cima da hora, eu dei por mim, sentadinha na escada, já a pensar no que iria fazer cá uma semana de férias sozinha, estava mesmo para ligar ao meu supervisor a informar que, afinal, não precisava de férias mas... lá o senhor taxista apareceu. Corri muito, muito, muito, enfiei a mala a rebentar pelas costuras para dentro do taxi (desde já, obrigada pela ajuda, Sr. Taxista, que não fez ponta de um corno para além de conduzir). Bem chegámos lá e ainda havia tempo para entrar eu e mais umas 30 almas. A viagem fez-se bem até Gatwick e correu tudo às mil maravilhas até chegar aquela hora fulcral onde temos de enfiar todas as tralhas naquela malinha de mão, com medidas que dão para ser mala de mão de bebé. Não correu bem. E estava mesmo a ver-se que não iria correr bem mas eu procrastinei e procrastinei até à hora H. Consegui por tudinho lá para dentro com excepção dos líquidos que, na ausência de melhor ideia, enfiei-os debaixo do casaco, na esperança de passarem despercebidos (eu sei, eu sei, isso não se faz, a Leoa é feia!!!). Mas... como tudo na vida, um mal nunca vem só: A mala não cumpria as putas das medidas da Easyjet (demasiado inchada) e já me estavam a informar que tinha de a despachar para o porão. Valeu-me um rapaz simpático que se ofereceu para tentar arrumar-me a mala uma última vez; quando dei por mim, tinha esse mesmo rapaz a mexer-me nos soutiens e cuequinhas e tudo o que a mala incluí-a. Atenção, apesar de ter mostrado toda a minha roupa interior a um estranho, foi a melhor coisinha que me aconteceu naquele aeroporto (para além do croissant com chocolate quente, da praxe). Mala aviada e tal, só faltava mesmo confirmar que papo, ondulação, ou que lhe queiram chamar era aquele na minha barriga. Não me ocorreu mais nada para além de I'm pregnant!. Eu sei, eu sei, grande ideia... Bem, vim a viagem toda com os líquidos a fazer banho-maria, entre aquele casaco quenteeeee e a minha pele a escaldaaaaar.
Ora, umas horas mais à frente... rever a mamã-Leoa foi a coisinha mais magnífica dos últimos tempos. Não sei quanto tempo estive empoleirada nos ombros dela, só me lembro que foi bom    :)
Estar com os amigos após 5 meses e perceber que está tudo igual pode ser altamente depressivo (não mudou mesmo nada???) mas, perceber que nos tratam exactamente da mesma maneira, é, também das melhores coisinhas do mundo    :)
O meu aniversário foi comemorado juntamente com o da minha irmã e foi uma festa e tanto.
Deixo só duas fotinhas da noite, não tenho mesmo mais nada.


Ah, o penteado... eu sei... é de Comunhão/Baptizado. Percebi isso quando a irmã mais nova da minha melhor amiga me disse que queria fazer igual (nota: ela tem 10 anos).
Bem, e tudo foi fantástico...
Já falei sobre o meu comportamento natural de procrastinar quando se aproximam ocasiões que eu quero evitar a todo o custo? Andei as férias todas a adiar pegar na folha de embarque, opá, não queria e não queria. Estava tão bem que não queria sequer pensar nisso (faço o mesmo com os estratos do multibanco, quando acho que já me excedi). Bem, confesso que peguei um dia antes na porcaria do folha de embarque só para confirmar a que horas era o voo no dia seguinte. E no dia seguinte, lá estava eu, de coração destroçado, a acabar de fazer a mala (desta vez bem mais vazia), quando peguei novamente na porcaria da folha, só para ter a certeza que aquela merdinha era aceite, (tinha ideia que lhe tinha passado com as patinhas por cima e que poderia estar meia badalhoca e não-apresentável). Bem, e ainda bem que me dei ao trabalho de olhar para ela antes de sair de casa, até porque... o avião era só mesmo no dia seguinte :)
Eu sei, eu sei... despistada (entre outras tantas qualidades) mas foi tão bom!
Bem, esse dia, nem adianta falar... foi muito mas mesmo muito bem aproveitado :)
E, pronto, cá está a Leoa de volta à vida rotineira.
Gostaram?
Eu gostei... e muito!!!
:)

Quem nunca fez dieta, ponha a patinha no ar!

Mulher que se preze, alguma vez na história da sua existência, lá há-de ter feito uma dieta. Que tenha sido só durante três horas (no intervalo entre uma refeição e a outra) ou de meses, até mesmo anos.
Já há muito que queria escrever sobre este tema. Não escrevi na altura mas hoje, dado um novo caso que não acabou muito bem, lá resolvi fazê-lo.
Há cerca de um mês, mais coisa, menos coisa, fiquei a saber que uma grande amiga minha, lá com a ideia de emagrecer, acabou por se entregar às dietas, acabando em anemia. Ainda hoje anda às voltas com as comidas saudáveis, a tentar repor os níveis de hemoglobina e penso que irá, assim, continuar até resolver o assunto. Hoje, outra grande amiga minha com, também essa mania de se "alimentar de ar e vento", como ela própria intitulou, acabou no hospital, depois de não sei quantos desmaios, palidez e tremores.
Ambas são raparigas jovens, amantes da internet, com acesso à informação e tudo mais mas ambas cometeram o mesmo erro nessa história das dietas: O não saber fazer uma boa dieta. Não sei se a minha amiga-louca-por-dietas-mais-recente lhe será diagnosticada anemia ou não, peço a todos os santinhos para que não!
Mas... dou comigo a pensar no que irá na massa cinzenta desta gente em tentar emagrecer de uma forma tão drástica e desequilibrada. Hoje, dei por mim mesmo chateada com este facto!
Tenho anemia desde que me lembro de existir. Assim como a minha mãe a minha irmã. A luta contra o cansaço é constante, chegamos todas ao final do dia como se tivéssemos sido exploradas no emprego. E a coisa até se endireita quando tomamos uns suplementos de ferro mas essa porcaria provoca um mau-estar que só quem toma é que o sabe (e mais não digo).
Portanto, compreendo que todas adoramos sentir-nos bem quando tiramos a roupa em frente aos nossos namorados/maridos ou até mesmo quando exibimos o corpo na praia, acompanhado daquele bikini novo ma-gní-fi-co, ou, simplesmente quando tiramos a roupa, antes do banho. Todas amamos ou amaríamos ter o corpo perfeito. Há por aí alguém que discorde?! Hmmm... Bem me quis parecer que não.
Porém... cabecinhas-ocas-com-a-mania-das-dietas, antes de se porem nessas aventuras, lembrem-se:
-Vocês não querem sentir-se constantemente fracas e ter de dormir umas 9 horas por noite para se sentirem melhorzinhas, pois não?!
-Vocês não querem sentir tonturas constantemente, dificuldades em respirar, dores de cabeça, olheiras até ao queixo, acompanhadas de palidez, pois não?!
-Para as mais novas, vocês querem aguentar-se numa discoteca a noite toda, com gentinha que nunca mais acaba à vossa volta, sem vos dar o badagaio, não querem?!
-Assistir a uma cerimónia de pé ou de joelhos, como se faz ainda nos casamentos, deixa de ser opção, também. Dou menos de 10 minutos para estarem estendidinhas no chão.
A quem nasceu com o rabinho virado para a lua, tenham cabecinha, sim?! Se não for por vocês, que seja por quem se preocupa convosco. Tenho 25 anos e todos os dias tenho de fazer relatório à minha mãe sobre o que almocei e jantei...
Juízo, cabecinhas ocas, seguidas de rabinho virado para a lua! Juízo!

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

A Leoa voltou de férias... é um caso triste.
Amanhã conto-vos as novidades.
Por agora, vou mesmo atirar-me para dentro da jaula e tirar uma soneca ;)

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

domingo, 23 de setembro de 2012

Na minha terra, metade da população virou modelo fotográfico e a outra metade fotógrafo/a.
Cheira-me que me vou rir e muito...

Se não os podes vencer...

... junta-te a eles. Já lá diz o ditado.
Decidi, então, dar uma oportunidade à cambada de bandalhos coabitantes desta casa. Ou uma oportunidade a mim mesma como forma de não enlouquecer, ainda não percebi bem qual das duas é...
Então, a partir de hoje, vou esforçar-me para socializar com esta gente. Seja o inglês gay, ou indiano escravo (não me peçam é para socializar com a ordinária da mulher dele), ou a maluca da outra indiana com o marido (também) gay (mas ele já foi embora) ou até a chinesa/japonesa/vietnamita com o filho de quatro anos que costuma estar à porta do meu quarto a olhar fixamente para quem passa.
Não adianta manter as expectativas altas e pensar que vamos ser todos uma família como era quando vivia em Londres, onde todos fazíamos bolinhos e partilhávamos... não... expectativas baixas! Muito baixas!
Ao menos, o louco do meu vizinho já foi com as galinhas. Não tinha dito, pois não? Nesta casa, agora dorme-se! E que bem que se dorme...

:)

E, sim, eu sei que cada um deles há-de ter, também, um ou outro aspecto a enumerar sobre a minha pessoa mas... isso não interessa muito, pois não?! 

1001 palavras!!! #10



Calma, calma, a Leoa não vai casar. Mas... são lindos, não são?!  :)

sábado, 22 de setembro de 2012

Tu és a tua melhor companhia!

Quem segue a Leoa, sabe perfeitamente que esta é a primeira semana que estou a passar sozinha, no U.K. Devo adiantar que tem sido uma aventura e tanto. E, devo adiantar, também, que o meu maior problema não é cozinhar (como a mamã-Leoa dizia) mas, sim, o falar para as paredes quando chego a casa (problema que eu própria antevi). Mas, adiante... entre a correria dos abdominais (sim, sim, meninos!!!), de fazer ou aquecer o jantar, enfim, toda a rotina infernal, chego ao final do dia e penso... "já são 00h00??". Não tem dado muito tempo para respirar, é um facto mas... têm sido dias óptimos, dias de aprendizagem e, finalmente cheguei à parte mais difícil desta viagem: Eu e eu.
Lembro-me de há cerca de uns cinco ou seis anos, um grande conhecido meu me dizer: "Tu és a tua melhor companhia". E eu lembro-me de pensar para mim "isto é mesmo frase de quem mora sozinho, longe da família e, por sinal, onde Judas perdeu a virgindade".
E é um facto: passaram esses anos e eu continuo a pensar exactamente o mesmo mas, com a diferença que agora entendo! O "Bom dia" parte de nós mesmos, nisto de morar sozinho ou estamos bem ou não estamos, e, se não estamos, cabe-nos a nós e só a nós ficar bem.
É claro que não menosprezo toda a atenção de amigos e familiares mas, no final do dia, quando se fecha os olhos, somos só mesmo nós.
Acho que me tenho saído lindamente. E quem pensa "estás bem porque sabes que terça-feira já estarás em casa", meus queridos, não se enganem, isso tem sido mesmo a pior parte desta semana, a contagem dos dias. Arriscaria dizer que se soubesse que não estarei a abraçar a mamã-Leoa na próxima terça-feira, estaria bem mais calma.

E, pronto, vai daqui um beijinho ao R., pelas suas palavras sábias. Tu sabias :)

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Agora, a sério... digam-me o que se passa! Já!

É um facto: a temperatura baixou! Da noite para o dia.
Baixou o suficiente para ter de andar embrulhada no cachecol novamente? Sim.
Mas baixou o suficiente para me embrulhar numa manta ou sobretudo ou o que lhe queiram chamar? Não.
A questão é: Porque raio é que o pessoal já se anda a passear de sobretudo na rua, em pelo mês de Setembro?
Porque raio já estão todos a vestir aqueles casacões até aos pés? Está a escapar-me alguma coisa? Se já estão a vestir isso, o que é que é suposto vestir-se em Dezembro? Digam-me: Sabem de alguma coisa que eu não sei? Devo comprar fatinhos de esquimó, é isso?
Aiii...


domingo, 16 de setembro de 2012

Acerca da Manifestação de ontem...

Vi imagens e vídeos da manifestação por todo o país. Gostei do que vi!
Acho que, aos poucos, o português vai acordando. A um sábado e com tempo de fazer boa praia, foram muitos os que se juntaram, por todo o país, pela luta dos seus objectivos. É claro que nada se resolve com apenas uma manifestação mas, tenho para mim que este terá sido um bom "começo".
Confesso que não vim morar para o U.K. para encontrar um bom emprego ou melhor qualidade de vida (embora, claro, o que mencionei tem a sua importância) e, agora que penso em voltar, dá-me um certo nó no estômago, precisamente por estar consciente do estado em que se encontra o nosso meu país.
Espero que tudo melhore, que possamos todos usufruir do dinheiro para o qual trabalhamos, que emigrem só e apenas os que querem e que a estabilidade um dia se encontre. Nem que sejam precisas mais 984 manifestações.
Somos um povo de luta! Está-nos no sangue. E espero que sempre esteja...

sábado, 15 de setembro de 2012

Escondam os antidepressivos!

E, pronto... chegou o dia.
Hoje é o último dia completo a morar com a minha irmã.
Quando a transportadora cá veio buscar os tarecos dela, eu até lidei bem com a situação (acho que eu estava meia cansada nesse dia) mas, hoje, ao ver os últimos tarecos a serem empacotados numa malinha de 55x25x20... está a deixar-me loucaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.
E, pronto... vou ali matar-me e volto no próximo ano.





1001 palavras!!! #9